• Poder 360

Pacheco sugere que reforma tributária será votada só em abril

Presidente do Senado diz que seria melhor analisar a Proposta durante o esforço concentrado que vai de 4 a 8 de abril.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), convocou esforço concentrado para analisar indicações de autoridades... Mateus Maia 23.mar. 2022 (quarta-feira) - 20h28


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta 4ª feira (23.mar.2022) que a reforma tributária deve ser analisada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) na semana de 4 a 8 de abril. Pacheco convocou para o período um “esforço concentrado” para a sabatina e análise de indicações de autoridades. Poder360 todos os dias no seu e-mail concordo com os . A análise da CCJ sobre a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 110, que unifica impostos federais e estaduais em 2 novos tributos, já foi adiada 3 vezes em 2022.


A ideia de Pacheco é que, durante o esforço concentrado, quando os senadores tem que ir pessoalmente ao Senado, será mais fácil de debater o texto. Os senadores ainda não chegaram a um consenso sobre a proposta. “Há essa sugestão (…) que possamos fazer esse debate por ocasião do esforço concentrado. Para que permita não só a presença dos senadores na discussão da CCJ mas também aquilo que é muito próprio do parlamento que são as conversas, as reuniões preparatórias”, disse o presidente do Senado. As principais reivindicações pendentes são a inclusão das cooperativas de diversas áreas em exceções tributárias. Além disso, senadores reclamam que o setor de serviços ainda sai prejudicado com o texto atualmente discutido. Fonte: Poder 360 graus

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo