• Veja.com

O acordo de Pacheco com Davi Alcolumbre sobre a reforma tributária

O presidente do Senado quer pautar a PEC 110, que prevê uma reforma tributária ampla, já no começo dos trabalhos, em fevereiro

Por Robson Bonin Atualizado em 27 dez 2021, 18h54 - Publicado em 28 dez 2021.


Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, e Paulo Guedes Pedro Gontijo/Agência Senado


Apesar de esperar um ambiente no país ainda mais acirrado, em função do ano eleitoral, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pautará, como uma das primeiras ações do ano legislativo de 2022, a PEC 110, que prevê uma reforma tributária ampla, ao contrário do que defende o ministro Paulo Guedes e o governo.

Pacheco, inclusive, já acertou com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, a tramitação da matéria logo no começo dos trabalhos.


Pacheco, inclusive, já acertou com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, a tramitação da matéria logo no começo dos trabalhos. Em 2021, aliás, o governo Jair Bolsonaro não encontrou no Senado facilidades, principalmente, quando as matérias se trataram das chamadas “pautas de costumes”.


Nada nesse sentido avançou na Casa. Discussões sobre armas, por exemplo, além dos polêmicos projetos que tratam do licenciamento ambiental, da regulação fundiária e da retomada de jogos no país foram deixadas para “maior reflexão” dos senadores no próximo ano.

Fonte: Veja.abril.com.br








0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo