Hortas comunitárias de Cambé são referência para o Ministério da Cidadania

27 de outubro de 2022Escrito por Lorena Hruschka Nogueira



Periurbana do Ministério da Cidadania, Kelliane Fuscaldi. Ela veio conhecer de perto o projeto das hortas comunitárias da cidade, que é referência em todo o País. Fuscaldi também passou pelo gabinete do prefeito Conrado Scheller, onde falou sobre a importância desse tipo de trabalho para a população.


“É muito bom ver que somos referência e que nosso trabalho está ajudando tanta gente e pode ajudar, indiretamente, outras tantas famílias”, disse Scheller.


As hortas comunitárias de Cambé servem de parâmetro nacional. De acordo com Fuscaldi, o modelo das hortas será utilizado como base para outros municípios do país. “O exemplo daqui pode ficar de referência para muito lugares. Muitas cidades nos procuram para ver como começa essa iniciativa de agricultura urbana e, quando você conhece e tem uma referência, é muito melhor”, acrescenta. Segundo ela, o modelo do estatuto cambeense será disponibilizado na biblioteca digital do Ministério da Cidadania.


Após conhecer a primeira horta comunitária da cidade, no Jardim Tupi, criada em 1983, ela elogiou o programa desenvolvido no município. “Estão muito bem estruturadas. A gente vê as pessoas se envolvendo na horta e a gente consegue ver os benefícios que aquilo traz, não só o beneficio de renda, mas também um beneficio humano e social. É muito importante esse trabalho”, finaliza.

As hortas comunitárias atendem cerca de 1200 famílias. No total, a cidade conta com 26 hortas localizadas em pontos variados do município, como nos bairros Novo Bandeirantes, Ulisses Guimarães, Santa Helena, Santo Amaro e Ana Rosa.


Fuscaldi explica que o Ministério tem um convênio estabelecido com Cambé desde 2019. “O convênio prevê a aquisição de equipamentos e insumos para distribuir para agricultores urbanos”, detalha. A visita também contou com uma reunião sobre aspectos do convênio.


Sob supervisão de Thiago Mossini

Fonte: Prefeitura de Cambé

0 visualização0 comentário