• Reforma Tributaria

Embaixador fala sobre relações Brasil e Holanda


Em primeiro lugar gostaria de dar, também em nome da minha esposa e de todos os funcionários da embaixada, as boas vindas a todos os presentes neste lançamento do Ano da Holanda no Brasil. Sei que há outros eventos em Brasília esta noite, alguns talvez visitem uma festa verde depois desta, e ainda outros vão para o show da Shakira. Por isso apreciamos ainda mais a sua presença aqui esta noite. Quero me dirigir especialmente a dois convidados brasileiros muito especiais: o Secretário de Estado da Fazenda de Paraná, Luiz Carlos Hauly e o Embaixador Hadil da Rocha Vianna da Subsecretaria - Geral de Cooperação e de Promoção Comercial. "Os holandeses estão chegando, preparem os tamancos!", essas são as palavras num artigo do Correio Braziliense de hoje. O Brasil vai vestir laranja em 2011! O ano de 2011 será de especial importância para as relações entre o Brasil e os Países Baixos. Estaremos celebrando o Ano da Holanda no Brasil. Posso imaginar que vocês se perguntam, por que um ano tão especial? A resposta é bem simples: para celebrar os laços de amizade entre os nossos povos e em comemoração ao centenário da imigração holandesa em terras brasileiras no sul do país. Há cem anos, um pequeno grupo de agricultores neerlandeses decidiu emigrar para o Brasil. Chegando ao Brasil fundaram uma pequena colônia agrícola no Paraná, chamado Carambeí. Especialmente pensando neste centenário alguns parlamentares se reuniram sob a liderança do Sr. Luiz Carlos Hauly, anteriormente deputado federal pelo mesmo Estado, para iniciar um projeto de lei para declarar oficialmente o ano de 2011 como Ano da Holanda. Estou muito honrado que o Sr. Luiz Carlos Hauly esteja aqui presente hoje! Em 4 de março a própria presidente Dilma sancionou essa lei, que também foi assinada pelo Ministro das Relações Exteriores Antônio Patriota e a Ministra da Cultura Anna de Hollanda. O sobrenome da Ministra Anna de Hollanda nos fez ainda mais felizes com a assinatura dela! Os Países Baixos possui laços com o Brasil desde a época de Maurício de Nassau no século dezessete. Sempre fico surpreso pelo grande número de brasileiros que conhecem este governador holandês dos livros históricos, e que falam tão bem dele. Existem no Brasil alguns chavões sobre a Holanda: O país é conhecido pelos moinhos de vento, pelas tulipas, pelo queijo. Mas a Holanda tem muitíssimo mais a mostrar aos brasileiros. Neste ano queremos mostrar especialmente a Holanda dos anos dois mil. Um país moderno, de alta tecnologia, preocupado com o meio ambiente, inovador em arquitetura, artes plásticas, pintura, dança e design. Durante este ano tão especial, queremos intensificar as relações com o Brasil em vários campos. Em primeiro lugar na área econômica. A Holanda é um importante centro de entrada para as exportações brasileiras na Europa. A localização dos Países Baixos facilita o acesso aos grandes mercados da Alemanha e de outros países europeus, sendo o Porto de Roterdã o maior da Europa. E nosso país é um dos maiores investidores no Brasil. Companhias holandesas importantes se estabeleceram aqui, como KLM, ING, Heineken, AkzoNobel, Hyva, RH International e Golden Tulip. Estou muito feliz que representantes dessas empresas estão presentes conosco hoje para inaugurar o Ano da Holanda. Elas contribuíram como patrocinadoras para realizá-lo. Então muito obrigado pelo apoio tão importante. O Brasil está vivenciando um forte crescimento em setores nos quais a Holanda se destaca como agricultura, logística, transportes, que são áreas também muito importantes para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Queremos intensificar nossa cooperação nesses setores. Também na área do meio ambiente temos essa intenção. E por ter grande parte da superfície abaixo do nível do mar, a Holanda se especializou na construção de sistemas de dunas, diques e outras barreiras contra a água. Este é um assunto em que a Holanda gostaria de fortalecer a troca de experiências e tecnologias com o Brasil. No campo político também queremos intensificar o diálogo com o Brasil este ano. No palco global, o Brasil já é um ator chave, por exemplo, dentro do G-20, e também dentro das Nações Unidas. Essas duas organizações são muito importantes para a Holanda. Esperamos poder dialogar com o Brasil, também no âmbito europeu, sobre assuntos como os direitos humanos, a reforma das Nações Unidas, ou a melhora da posição dos países mais pobres. E para finalizar, queremos demonstrar neste ano que a Holanda é um país atraente para instituir uma empresa, como destino turístico ou para estudar. Temos aqui presentes na recepção representantes do escritório NESO (Netherlands Education Support Office) de Brasília. O NESO poderá prover os interessados de todas as informações sobre estudar na Holanda. Para mostrar essa Holanda moderna do ano 2011, organizaremos vários eventos em Brasília, e em outras cidades importantes do Brasil. Quanto à cultura, vocês receberão um folheto com todos os eventos culturais holandeses em Brasília nos próximos meses. Espero que todos aqui, e muito mais brasileiros, tenham a oportunidade de experimentar isso. Mas, há um evento que gostaria de mencionar especialmente. Há uma página na história bilateral de nossos dois países, da qual aqui se fala pouco, mas na Holanda se fala muito. Quando lhes digo que se trata de um acontecimento na África do Sul, há aproximadamente nove meses, provavelmente já saibam do que se trata. É por isso que gostaria desde já convidar todos os presentes para o amistoso de futebol do Brasil contra a Laranja Mecânica no dia 4 de junho em Goiânia. E vamos ver quem ganhará essa vez! Esta noite já podemos começar a provar um pouco da vida cultural laranja com o grupo artístico Flying Artwork. Porém, antes de apresentar o Flying Artwork e oficialmente inaugurar o Ano da Holanda, é uma grande satisfação e uma grande honra passar a palavra a dois convidados brasileiros, para que cada um possa pronunciar algumas palavras, o secretario de estado Luiz Carlos Hauly e o Embaixador Hadil da Rocha Vianna.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo