• Agência de Notícias do Paraná

Em Curitiba, Estados discutem renegociação de dívidas


Com o objetivo de discutir a renegociação das dívidas, representantes de 14 Estados vão se reunir nesta sexta-feira, em Curitiba, procurando uniformizar as propostas que posteriormente serão levadas ao Governo Federal. Essa bandeira tem sido levantada pelo Secretário da Fazenda do Paraná, Luiz Carlos Hauly que, na última reunião do Confaz, realizada no Rio de Janeiro, defendeu a imediata renegociação da dívida dos Estados. Apenas para se ter idéia de como esse passivo prejudica o Paraná, somente o serviço da dívida em discussão consome por mês R$ 70 milhões do orçamento do Estado, e esse passivo é referente ao refinanciamento da dívida do Banestado. Para Hauly, até por uma questão de justiça com os Estados o perfil da dívida deve ser mudado. Esta será a 23ª reunião do grupo de gestores, presidido pelo Paraná durante seis anos. De acordo com o representante paranaense, César Ribeiro Ferreira, nos dez anos em que se reúne periodicamente, o grupo já obteve resultados importantes, como a Lei dos Precatórios, e contribuiu com sugestões e soluções para o Fundeb, a PEC 300 e a apresentação de relatórios que costumavam colocar os Estados no Cadastro de Inadimplentes. Grupos de trabalho estudam uma série de assuntos em busca de soluções conjuntas. Neste momento, além da renegociação das dívidas, há grupos analisando problemas nas Cohabs e no Pasep, por exemplo. A última renegociação foi feita no governo Fernando Henrique Cardoso.

Os Estados que já confirmaram presença são Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Pernambuco, Tocantins, Maranhão, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, além de Paraná. O grupo de trabalho da dívida, órgão auxiliar do Confaz, é formado por gestores financeiros das 27 unidades da federação. A reunião será realizada a partir da 9h, na sede da Secretaria da Fazenda (Rua Vicente Machado, 445)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo