• Paiquerê FM

Construção do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência deve ser finalizada antes do prazo

As obras tiveram início em setembro deste ano

Matheus Zampieri - Paiquerê FM News

06 Out202114:21Atualizado em: 06/10/2021 às 14:42



Foto: Dayane Albuquerque/Prefeitura


Fiscais da Prefeitura de Londrina realizaram uma vistoria, na manhã desta quarta-feira (6), nas obras do novo Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência, estrutura em fase inicial de construção no Jardim Sabará, região oeste do município.


Para o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, dentre todas as obras realizadas na cidade nos últimos anos, essa é a de maior importância do ponto de vista humanitário e social. "Essa é a obra mais importante do ponto de vista humanitário e social em Londrina nos últimos anos. É uma obra muito aguardada por pessoas que precisam ter reabilitação. A ideia é transformar isso em um centro de excelência, com mais de 20 consultórios e 16 salas de atendimento", afirmou.


s obras tiveram início em setembro deste ano e o prazo para conclusão é de 12 meses. Mas, o secretário acredita que o Centro possa ficar pronto um mês antes que o previsto. "É uma obra grandiosa e estamos depositando muita esperança que ela seja construída num período de 11 meses. Tem muitos operários trabalhando e toda a parte de fundação já foi concluída", disse.


O investimento total é de R$ 5.241.912, por meio de recursos viabilizados em 2016, advindos de emendas parlamentares diferentes. Houve somatória de verbas por meio do atual prefeito Marcelo Belinati, quando deputado federal, que liberou emenda de R$ 1,45 milhão, do então deputado federal, Alex Canziani, com R$ 1,5 milhão, do deputado federal Luiz Carlos Hauly, com R$ 1,5 milhão, da então senadora Gleisi Hoffmann, com R$ 350 mil, do senador Álvaro Dias, com R$ 241.912, e do deputado federal Rubens Bueno, com R$ 200 mil.


A unidade promete ser referência estadual e nacional em atendimentos interdisciplinares e de reabilitação de pessoas com deficiência intelectual, auditiva ou física, de natureza temporária ou permanente; progressiva, regressiva ou estável; intermitente e contínua.

A realização dos serviços está sendo feita pela PGC Engenharia de Obras Ltda., empresa contratada via processo licitatório viabilizado pelo Cismepar (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema), que administra o complexo. O terreno onde as obras estão sendo realizadas tem uma área total de 15.600,41 m² e foi doado pela Prefeitura de Londrina. Ao todo, a construção terá 1.690 m².


Fonte: Paiquerêfmnews.com.br

0 visualização0 comentário