• http://www.aen.pr.gov.br/

Banco do Empreendedor abrirá linha de crédito a juros baixos em Curitiba

O presidente da Agência de Fomento do Paraná (Fomento Paraná), Juraci Barbosa Sobrinho, e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, assinaram um acordo de cooperação técnica para implantação do Programa Banco do Empreendedor em Curitiba. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (23), durante a solenidade de formatura de 1.600 alunos do programa de gestão empresarial Bom Negócio, da prefeitura de Curitiba, no restaurante Madalosso. O Programa Banco do Empreendedor oferecerá uma linha de crédito especial a juros baixos (de 0,58% a 1,10% ao mês) e sem burocracia para pequenos empreendedores capacitados pelo programa Bom Negócio. O financiamento estará disponível a partir de fevereiro de 2012, por meio de agentes de crédito instalados nas Ruas da Cidadania da capital. “Vamos oferecer ao pequeno empreendedor a possibilidade de solicitar um financiamento com toda facilidade, para ampliar seu negócio, investir em marketing, modernizar a atividade”, afirmou o prefeito. Juraci Barbosa Sobrinho afirmou que o Banco do Empreendedor oferecerá R$ 60 milhões em crédito nos próximos três anos. O programa será iniciado por Curitiba porque a cidade já tem 12 mil pessoas capacitadas pelo Bom Negócio, que foi implantado em 2005. “Nos próximos anos vamos expandir o programa para o interior do Estado, por meio da capacitação de agentes de crédito e de empreendedores, para melhorar a qualidade dos empreendimentos e a renda das famílias paranaenses”, afirma Barbosa Sobrinho, que já presidiu a Agência Curitiba de Desenvolvimento, órgão responsável pela gestão do programa Bom Negócio na capital. O Banco do Empreendedor conta com a parceria do Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae-PR) e das associações comerciais e industriais, entidades que também oferecem cursos de gestão empresarial. Também participaram da formatura do Bom Negócio o secretário de Estado da Fazenda, Luiz Carlos Hauly; o presidente da Agência Curitiba, Gilberto Camargo; o presidente do Grupo Spei, Ailton Dorl; o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Ackel; o gerente regional Centro-Sul do Sebrae, José Castelo Campos, e vereadores. RESULTADOS – O Bom Negócio oferece cursos de capacitação gratuitos a micro e pequenos empreendedores, formais ou não, que recebem conhecimentos teóricos e práticos em cinco módulos: Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão Financeira, Gestão de Pessoas e Gestão Estratégica. Em seis anos de atividades, as capacitações do Bom Negócio em todas as Regionais da Prefeitura já certificaram 12 mil empreendedores. O programa tem a duração de 23 dias e as aulas são ministradas no período noturno (19 às 22hs), nos bairros e prioritariamente em escolas municipais. A divulgação é efetuada de “porta em porta”, onde os divulgadores visitam os estabelecimentos comerciais e convidam a comunidade para participar do Programa. Mais de 87 mil estabelecimentos já foram visitados. O programa é gratuito, mas os participantes são incentivados a doar alimentos no momento da inscrição. Até outubro de 2011, o Bom Negócio arrecadou 103,4 toneladas de alimentos que foram doadas a 491 instituições escolhidas pelos próprios empreendedores, sempre na região onde moram. O Bom Negócio também incentiva o associativismo. Desde abril de 2005, o programa ajudou na formação de 347 redes de negócios, formando 14 associações comerciais de bairros. Pesquisas mostram que o 93% de satisfação dos participantes do programa estão satisfeitos.

O presidente da Agência de Fomento do Paraná (Fomento Paraná), Juraci Barbosa Sobrinho, e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, assinaram um acordo de cooperação técnica para implantação do Programa Banco do Empreendedor em Curitiba. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (23), durante a solenidade de formatura de 1.600 alunos do programa de gestão empresarial Bom Negócio, da prefeitura de Curitiba, no restaurante Madalosso. O Programa Banco do Empreendedor oferecerá uma linha de crédito especial a juros baixos (de 0,58% a 1,10% ao mês) e sem burocracia para pequenos empreendedores capacitados pelo programa Bom Negócio. O financiamento estará disponível a partir de fevereiro de 2012, por meio de agentes de crédito instalados nas Ruas da Cidadania da capital. “Vamos oferecer ao pequeno empreendedor a possibilidade de solicitar um financiamento com toda facilidade, para ampliar seu negócio, investir em marketing, modernizar a atividade”, afirmou o prefeito. Juraci Barbosa Sobrinho afirmou que o Banco do Empreendedor oferecerá R$ 60 milhões em crédito nos próximos três anos. O programa será iniciado por Curitiba porque a cidade já tem 12 mil pessoas capacitadas pelo Bom Negócio, que foi implantado em 2005. “Nos próximos anos vamos expandir o programa para o interior do Estado, por meio da capacitação de agentes de crédito e de empreendedores, para melhorar a qualidade dos empreendimentos e a renda das famílias paranaenses”, afirma Barbosa Sobrinho, que já presidiu a Agência Curitiba de Desenvolvimento, órgão responsável pela gestão do programa Bom Negócio na capital. O Banco do Empreendedor conta com a parceria do Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae-PR) e das associações comerciais e industriais, entidades que também oferecem cursos de gestão empresarial. Também participaram da formatura do Bom Negócio o secretário de Estado da Fazenda, Luiz Carlos Hauly; o presidente da Agência Curitiba, Gilberto Camargo; o presidente do Grupo Spei, Ailton Dorl; o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Ackel; o gerente regional Centro-Sul do Sebrae, José Castelo Campos, e vereadores. RESULTADOS – O Bom Negócio oferece cursos de capacitação gratuitos a micro e pequenos empreendedores, formais ou não, que recebem conhecimentos teóricos e práticos em cinco módulos: Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão Financeira, Gestão de Pessoas e Gestão Estratégica. Em seis anos de atividades, as capacitações do Bom Negócio em todas as Regionais da Prefeitura já certificaram 12 mil empreendedores. O programa tem a duração de 23 dias e as aulas são ministradas no período noturno (19 às 22hs), nos bairros e prioritariamente em escolas municipais. A divulgação é efetuada de “porta em porta”, onde os divulgadores visitam os estabelecimentos comerciais e convidam a comunidade para participar do Programa. Mais de 87 mil estabelecimentos já foram visitados. O programa é gratuito, mas os participantes são incentivados a doar alimentos no momento da inscrição. Até outubro de 2011, o Bom Negócio arrecadou 103,4 toneladas de alimentos que foram doadas a 491 instituições escolhidas pelos próprios empreendedores, sempre na região onde moram. O Bom Negócio também incentiva o associativismo. Desde abril de 2005, o programa ajudou na formação de 347 redes de negócios, formando 14 associações comerciais de bairros. Pesquisas mostram que o 93% de satisfação dos participantes do programa estão satisfeitos.

0 visualização0 comentário